João António Branco Martins

Nº DE ASSEMBLEIA: XV

ANO DE 2012

Possui como habilitações académicas o curso de Teologia dos Seminários Maiores Diocesanos.

Participou e colaborou, na preparação e organização dos diversos programas e atividades promovidos, ao longo dos anos, pelo Governo dos Açores, através do departamento que tem a tutela das COMUNIDADES, de entre os quais se destacam:

– Quatro edições do Congresso das Comunidades Açorianas;

– Sete edições do programa “Férias Jovens – À Descoberta das Raízes” destinado a alunos de vários estabelecimentos de ensino de visita à Região;

– Onze edições dos “Cursos para Animadores Culturais na Área do Folclore”, realizados em Angra do Heroísmo;

– Dezassete edições do “Seminário Portugal Atlântico e a Açorianidade”, realizadas na Universidade dos Açores, em Ponta Delgada;

– Dez edições da “Ação de Formação para Professores de Língua e Cultura Portuguesas no Estrangeiro”, realizadas em Angra do Heroísmo;

– Integrou todas as comissões de análise de candidaturas a apoios da Direção Regional das Comunidades, na área da “Emigração”;

Colaborou ainda em dezenas de outras atividades realizadas no âmbito do apoio às comunidades açorianas radicadas nos EUA, Canadá, Bermudas, Brasil e Uruguai.
Identificado com a missão e valores da DRCOM tem assumido funções preponderantes em prol da preservação da identidade açoriana nas comunidades, em particular com a comunidade radicada no Brasil, tendo sido agraciado, em 2001, pela Universidade Federal de Santa Catarina, com o Troféu Açorianidade Especial, que se destina a distinguir pessoas e/ou instituições que se destaquem através de ações em favor da cultura açoriana.
Foi também distinguido pelo Instituto Cultural Português de Porto Alegre – RS – Brasil, no âmbito do trabalho realizado em prol das Salas Açorianas;

Em termos de participação cívica tem assumido funções de grande relevo em prol da sua comunidade, designadamente:
– Foi maestro do Coro da Sé Catedral de Angra do Heroísmo, durante 24 anos;
Teve à sua responsabilidade a preparação musical das celebrações litúrgicas das seguintes efemérides:
– Celebração dos 450 anos da instituição da Diocese de Angra e demais ilhas dos Açores;
– Inauguração oficial da Sé Catedral de Angra, após a restauração daquele templo, em 1985;
– Preparação musical, levada a efeito em todas as paróquias da ilha Terceira, da celebração litúrgica presidida por Sua Santidade o Papa João Paulo II, em Angra do Heroísmo;
– Durante a sua prestação de serviços na Igreja Catedral de Angra, apoiou muitos dos grupos corais existentes nas paróquias da Terceira;
– Em 1979, deslocou-se à Califórnia, na qualidade de regente do grupo coral da freguesia de Santo Amaro da ilha do Pico, para reger este coro nas liturgias que animou quer na costa Oeste quer na costa Leste dos EUA.
– Atualmente é regente do grupo coral da paróquia de São Bento, em Angra do Heroísmo, freguesia onde reside.
– Enquanto estudante, foi aluno do grande músico e compositor Dr. Edmundo Machado de Oliveira, tendo participado no Orfeon do Seminário Episcopal de Angra do Heroísmo, na década de sessenta do passado século.
– Para além da música deu a sua colaboração aos mais necessitados da paróquia como membro da conferência de São Vicente de Paula e fez o seu apostolado na área da catequese.