Casa dos Açores » José António Morais


José António Morais

Nº DE ASSEMBLEIA: XVIII

ANO DE 2015

José António Morais nasceu nos Açores, na cidade da Ribeira Grande. Emigrou para o Canadá com a família, na década de 70, ainda era um adolescente. Cientista, investigador, professor universitário e um grande humanista, desde cedo que colabora com a Casa dos Açores do Quebeque (CAQ). Igualmente dedicado às causas sociais, foi um dos fundadores do Grupo Reviver, a funcionar na sede da CAQ. U espaço especialmente dedicado à ocupação e à convivência dos cidadãos mais vulneráveis, nomeadamente os idosos. Este Grupo reúne-se duas vezes por mês e praticam atividades físicas e jogos, adaptados às suas condições físicas.

Morais é considerado “um grande amigo da Casa dos Açores do Quebeque”, demonstrado pela presença assídua nos muitos eventos organizados por esta Casa, como também pelo apoio constante, ao Grupo Reviver, desde a sua fundação.

O Dr. Morais licenciou-se em Medicina pela Universidade de Montreal, em 1987. Após ter terminado uma residência em Medicina Interna, em 1991, e uma Bolsa de Investigação em Medicina Geriátrica, em 1993, no Royal Victoria Montreal, em Montreal, Canadá, concluiu, em 1996, o pós doutoramento em Nutrição e Metabolismo no McGill Nutrition and Food Science Center, da McGill University. É, desde 1996, clínico-investigador independente nesse mesmo centro. Em 2008 foi nomeado Professor Associado de Medicina e assumiu o cargo de Diretor da Divisão de Medicina Geriátrica em 2009, tanto na McGill University Health Centre e no Jewish General Hopsital. Posteriormente, em 2010, foi nomeado Diretor Associado da FRQS – Network for Research in Aging e, em 2012, Diretor do Centre of Excellence in Aging and Chronic Disease da McGill. As suas áreas de interesse a nível de investigação referem-se à avaliação do metabolismo das proteínas e às necessidades com a idade, fragilidade e diabetes utilizando a metodologia de isótopos estáveis.  Participa em vários estudos que envolvem a avaliação nutricional das pessoas idosas com o objetivo de melhorar o seu estatuto nutricional e o nível da função física. Possui financiamento/fundos do CIHR enquanto investigador principal e colabora em vários outros projetos apoiados por agências provinciais e nacionais. Tem mais de 50 publicações originais, a maioria das quais em jornais de elevada relevância no campo da nutrição e metabolismo.